Imprensa > Notícias

Notícias

O promissor negócio das microalgas (Diário Catarinense)


A Séston Biotecnologia, de Florianópolis, investe em microalgas para diferentes mercados porque podem ser usadas para produzir biodiesel de aviação, purificação do ar e em segmentos de indústrias químicas, nutracêuticas, alimentação humana e animal, fármacos e cosméticos. Fábio Neves, um dos empreendedores e diretor de tecnologia e inovação da empresa, diz que o foco atual é uma microalga nativa de Santa Catarina, que se profilera mais rápido e produz uma quantidade maior de óleo se comparada com outras. A microalga seca e triturada se transforma em biomassa que pode ser combustível. A produção é em tanque (foto) e, atualmente, a liderança nesse segmento de microalgas está com os EUA. Segundo Neves, a empresa conta com apoio da UFSC e já tem dois parceiros privados, a catarinense Phytomare e a Algae Tech International, da Malásia.

fonte: http://wp.clicrbs.com.br/estelabenetti/2012/06/29/o-promissor-negocio-das-microalgas/